Vidro quebrado? Saiba como descartar corretamente


(lei municipal nº 11.446, de 26 de outubro de 2016)

 

O vidro é um material que demora mais de 10.000 anos para se decompor na natureza. Por isso, sempre que possível, reaproveite. Além de preservar recursos naturais, reduzindo o consumo de matérias-primas retiradas da natureza, como areia e água, você ainda ajuda a reduzir o volume de lixo dos aterros sanitários e colabora na preservação da natureza.

Caso não seja possível reaproveitar o material, encaminhe para uma cooperativa de material reciclável mais próxima de sua casa e ajude o meio ambiente. O vidro é um material com 100% de aproveitamento. Você pode reciclar garrafas de bebidas, potes de conserva, frascos em geral e copos.

Não jogue vidro no lixo de maneira inadequada

Como nem todos os tipos de vidros são recicláveis, como espelhos, vidros temperados, refratários e cristais, infelizmente devem ser descartados na coleta de lixo comum.

De qualquer maneira, seja destinado para reciclagem ou para o aterro sanitário, é importante que estes produtos sejam embalados de maneira correta, em jornal, papelão ou plástico bolha, devidamente identificados e descartados separadamente do saco de lixo.

Quebrou?

O descarte de vidro quebrado e outros objetos pontiagudos e cortantes precisa de bastante atenção para não machucar os coletores de lixo e os catadores de materiais recicláveis, mesmo que eles estejam utilizando equipamentos de segurança. Algumas soluções bem simples podem ser adotadas por todos nós como forma de prevenir e evitar acidentes.

Quando tiver que jogar fora o vidro quebrado o mais adequado é colocar tudo em uma embalagem de papelão devidamente identificada ou uma garrafa pet lacrada e com alerta, como “cuidado: vidro quebrado”.  Outra alternativa é embrulhar os cacos de vidro com bastante jornal, colocar numa sacola separada dos demais resíduos e descartar de maneira segura, com indicação de material cortante.

Já no caso de latas, deve-se lavar a embalagem, fechar a tampa para dentro da lata e separar para os resíduos recicláveis.

Temos que ter atenção e cuidado ao descartar materiais que podem ferir estes profissionais que fazem o transporte e manuseiam. Esta é uma responsabilidade social e um dever de todo o cidadão.